9 de jan de 2008

McDonald's x Starbucks






Essa foi vem de duas fontes, Blog do Marketing Americano e do meu amigo Kleber de Brito



McDonald's concorre diretamente com a Starbucks
O McDonald’s dos EUA, anunciou que vai entrar forte no mercado de café. Passará a vender cafés sofisticados e outras bebidas como chá gelado etc. Mercado esse até então, liderado pela Starbucks desde 1987.Essa será a maior mudança no cardápio da rede "em 30 anos", segundo os jornais locais. O mais interessante é que 40% do investimento de cada loja será financiado pela própria rede. Estima-se um total de 100 mil dólares por loja. Ao todo serão 14.000 lojas que receberão máquinas próprias e pessoal treinado, específico para fazer os cafés como na Starbucks, isto é, a mostra do público.


8 de jan de 2008

Mais Yázigi...


Yázigi Internexus lança novos programas para crianças a partir de três anos

Little kids e Kids abrem novas oportunidades de negócios para a Rede e contribuirão para a ampliação do faturamento

O Yázigi Internexus, rede de ensino de idiomas e o primeiro sistema de franquias de serviços do país, acaba de lançar dois programas para crianças a partir de três anos de idade: Little kids e Kids. Os novos cursos, que já estão com as inscrições abertas, chegam para complementar o portfólio da rede, que conta com várias opções de programas que atendem a todos os públicos. Com um faturamento de R$180 milhões em 2007, o Yázigi espera ampliar este número em 10% em 2008, por meio de novos serviços e da abertura de outras franquias pelo Brasil.

5 x 1 Marcia Pires



Empresa: Yázigi Internexus
Nome: Marcia Pires
Função: Diretora de Marketing e Gestão de Rede
No. de unidades: 380




1. [DENIS]: Como você iniciou o trabalho com franquias e redes?
[MARCIA]:
Minha carreira no Yázigi é antiga e iniciada na função de professora de idiomas em uma de nossa unidades em SP.

2. [DENIS]: Qual (is), em sua opinião são as principais diferenças entre trabalhar com marketing para franquias e redes e em trabalhar com o marketing tradicional ?
[MARCIA]: Marketing e comunicação para Redes de Franquias exigem cuidados e soluções de alta complexidade, pois precisam aliar interesses de natureza estratégico/institucional e interesses tático/operacionais do Ponto de Venda - a franquia.

3. [DENIS]: Desde o momento que você começou no mundo de franquias e redes, o que acredita que mudou? (para pior e para melhor)
[MARCIA]: Pouca coisa mudou, uma vez que as próprias Rede de Franquias, no segmento de educação e idiomas, ainda trabalham com pouca infomação sobre os números do negócio no segmento, como taxas de crescimento real, vendas realizadas, ticket médio, taxas de evasão e desistências; dados históricos que permitam entender o segmento e de que forma este pode ser interessante para as agências de propaganda e publicidade. Apesar disto, é possível perceber que algumas agências de propaganda já entendem melhor as características do sistema de franquia e procuram soluções mais inteligentes e úteis para a relação comercial que precisa prever investimentos nacionais de Rede e investimentos regionais ou locais das franquias e suas associações.

4. [DENIS]: Qual a pergunta que hoje vc não sabe a resposta e te incomada não saber ?
[MARCIA]:
Menos do que uma pergunta, mas um desafio que me mantém alerta ?? Crescer e gerar valor ao mesmo tempo para a marca e as fraqnuias.

5. [DENIS]: Qual o maior desafio que você já teve na carreira e como solucionou?
[MARCIA]: Os desafios em minha carreira são regulares e constantes, pois gosto deles e o Yázigi os têm de sobra. Mas diante da pergunta objetiva, destaco o desafio de me tornar uma profissional de gestão de Rede e Marketing, tendo iniciado a carreira como professora de idiomas. Além de ter sido necessária uma super dose de coragem e capacidade de assumir
riscos, procuro me manter permanentemente como aprendiz diante de tudo e buscar cursos de especialização.

6. [DENIS]: Como você vê a questão das fusões e aquisições que estão ocorrendo entre franqueadores ?
[MARCIA]: O mundo dos negócios é um mundo em contante mutação, e esta é mais uma delas, que vem e que passa, mas que não se pode ignorar. Vejo com atenção e preocupação, quando analiso, sob o ângulo das marcas e de suas missões e valores. Como fundir DNAs diferentes de forma bem sucedida ? Como conciliar valor e vendas ?

2 de jan de 2008

Frases que curto

"Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem."
(Peter Drucker)


"Fazer negócios sem publicidade é como piscar o olho para uma mulher no escuro:
Você sabe o que está fazendo, mas mais ninguém sabe..."

(Autor desconhecido)

5 x 1 Herminio A. Coimbra Jr

Empresa: Acerte Franchising
Nome: Herminio A. Coimbra Jr.
Função: Diretor Geral
No. de unidades: 82 em 11 estados brasileiros e mais de 120 lojas em outros 5 paises latino americanos.

[DENIS] 1. Como você iniciou o trabalho com franquias e redes?
[Herminio]: A história é muito longa e cheia de "causos", resumindo:
Em 1995, havia acabado de chegar de uma temporada de 3 anos nos Estados Unidos e pretendia continuar minha carreira no mercado financeiro mas minha esposa Vania queria trabalhar também, porém juntos ia ser meio difícil portanto fui a caça de uma franquia para ela desenvolver. Depois de muita pesquisa (porque queria um negócio inédito e que tivesse perfil "feminino"), comprei a franquia de uma rede de lavanderias européia que estava iniciando no Brasil. O objetivo foi uma máster franquia para Belo Horizonte, cidade onde queria viver (qualidade de vida é muito importante) que seria gerida por ela, e eu continuaria meus negócios financeiros. Porém, a vida nos reserva, como sempre, grandes surpresas.... Montamos a primeira loja e a franqueadora por falta de estrutura no Brasil nos deixou na mão, não tinha treinadores, fornecedores brasileiros (só europeus), manuais em português ( só na língua deles que infelizmente eu não dominava), técnicos, nada. Então me vi na situação de ter que pegar um avião e ir para o exterior "aprender" o negócio e isto gerou uma série de atritos com o máster franqueado do Brasil. Em 1998, após acordo entre as partes (franqueado/franqueador) saímos da rede e começamos a montar lavanderias próprias, mais uma em BH, duas em SP e pretendíamos ficar sempre como proprietários. E mais uma vez o destino deu sua contribuição na forma que diversos amigos, vendo nosso sucesso começaram a nos procurar para montar lojas iguais às nossas. Montamos algumas e vimos que tínhamos vocação para empreender como franqueadores..... Tínhamos, know how, conhecíamos todos os melhores fornecedores de máquinas, equipamentos e insumos, éramos um grupo empreendedor e assim começamos.

[DENIS]: 2. Qual (is), em sua opinião são as principais diferenças entre trabalhar com marketing para franquias e redes e em trabalhar com o marketing tradicional ?
[Herminio]: A principal diferença é que o profissional de marketing deve conhecer profundamente como funciona o franchising. Tem que conhecer o papel e as limitações do franqueador, diferentemente de uma empresa que mantém filiais geridas por empregados. Necessita ser conciliador para muitas vezes saber interpretar e atender os anseios da rede como um todo, visto que o Brasil tem diferenças regionais imensas e os franqueados não são empregados da franqueadora. Enfim, fazer marketing para redes de franquias é um desafio muito grande e penso que exige especialização.

[DENIS] 3. Desde o momento que você começou no mundo de franquias e redes, o que acredita que mudou? (para pior e para melhor)
[Herminio]: Para melhor: O sistema de franchising no Brasil se desenvolveu e se profissionalizou como em poucos países, beneficiando o trabalho e a credibilidade das redes sérias e comprometidas com o sucesso do franqueado. A cultura do franchising hoje é sadia e mais transparente a todos os envolvidos no sistema. Isto se deve também à comunicação e a facilidade de troca de informações entre franqueadores e franqueados de outras redes.
Para pior: nada significativo.

[DENIS] 4. Qual a pergunta que hoje vc não sabe a resposta e te incomada não saber ?
[Herminio]: Até quando vai durar este bom momento econômico do Brasil e do mundo. Nestes meus 42 anos de trabalho, nunca vi um momento tão bom da economia brasileira. Se a carga tributária fosse menor e os impostos melhor aplicados, teríamos um país "quase" perfeito (sem querer imitar o Lula sobre a saúde brasileira recentemente).

[DENIS] 5. Qual o maior desafio que você já teve na carreira e como solucionou?
[Herminio]: Em franchising, foi a fusão das redes Qualittà e Quality. Conseguimos vencer este desafio com muito trabalho, honestidade, sinceridade e transparência junto aos franqueados das duas redes.

[DENIS] 1. Como você vê a questão das fusões e aquisições que estão ocorrendo entre franqueadores?
[Herminio]: Vejo como uma tendência mundial extremamente saudável e necessária. Este movimento, se executado dentro das regras básicas da ética e visando o respeito aos franqueados envolvidos só trará benefícios ao sistema. Acho que a união de forças (quando fusões entre concorrentes) ou as aquisições para diversificação dos negócios, quando respeitadas as regras e que gerem valor, novas oportunidades e melhoria de processos aos franqueados das redes envolvidas, deve se traduzir em benefícios concretos a todos. Sou um "entusiasta" desta modalidade.