8 de fev de 2009

Unidade Parana do Corinthians

Sport Club Corinthians Paranaense é novo nome do J.Malucelli, equipe de Curitiba que disputa a 1ª divisão do futebol do Paraná; acordo é válido por três anos, renváveis
Saiu no meio e mensagem esta semana
Foi assinado nesta quinta-feira, 5, um acordo que cria o Sport Club Corinthians Paranaense.
É desta maneira que passa a se chamar o J.Malucelli, equipe de futebol profissional de Curitiba e que disputa a 1ª divisão daquele Estado. O acordo, assinado entre as diretorias do clube de Curitiba e do Corinthians Paulista, na verdade é um contrato de licença de uso de marca e cooperação técnica para a formação e desenvolvimento de atletas. Ele é válido por três anos, renováveis, e pode ser quebrado unilateralmente por qualquer uma das partes.

A idéia surgiu de uma constatação antiga aliada à uma pesquisa recente realizada pela Gazeta do Povo: por incrível que pareça, a maior torcida do Paraná é corintiana. No estudo recente, de dezembro de 2008 e que foi realizado entre fevereiro e novembro do ano passado, o clube paulista ficou com 12,5% dos torcedores paranaenses - à frente dos grandes da capital Atlético, Coritiba e Paraná.

No momento da assinatura, o Corinthians Paulista estava representado pelo presidente Andres Sanches, o vice-presidente de marketing Luis Paulo Rosemberg e o diretor-técnico Antônio Carlos Zago. Os presidentes de Atlético Paranaense, Gláucio Geara, do Coritiba, Jair Cirino, e do Paraná Clube, Aurival Correia, também estiveram presentes, ao lado do vice-governador Orlando Pessuti, do vice-prefeito Luciano Ducci e de outras pessoas ligadas ao futebol do estado. Segundo Joel Malucelli, presidente de honra do "Jotinha", a parceria pretende evitar que o clube sofra revertérios futuros com possíveis crises mundiais. "Cremos que o projeto pode dar certo e na nossa consciência acreditamos que faremos um bem para o futebol e para os atletas. Os jogadores são unânimes em apoiar o projeto, já que a vitrine que se abre para eles é muito maior", afirmou o dirigente ao portal RPC.

Com o acordo, o Corinthians Paulista não terá nenhuma despesa e ainda receberá um percentual gerado com as receitas de marketing e com as transferências de atletas do co-irmão paranaense. O uniforme do Corinthians Paranaense será idêntico ao do Timão, exceto pelos eventuais patrocinadores, e o distintivo manterá o mesmo formato, mudando apenas o nome do clube, o ano de fundação e retirando as estrelas - existe a possibilidade da Nike fornecer o material também para o Corinthians Paranaense.

Conclusão: o clube do Paraná pretende atrair torcedores para seus jogos, vai expor seus atletas para o clube paulista e ainda pode receber atletas que não estejam sendo utilizados em São Paulo. Para Luis Paulo Rosemberg, vice-presidente de marketing do Corinthians Paulista, a parceria é uma "grande tacada mercadológica".

A estréia do Corinthians Paranaense ainda depende da regularização da nova equipe junto às entidades de administração do desporto (CBF e Federação Paranaense de Futebol), mas ela deve acontecer já no dia 18 de fevereiro, pela Copa do Brasil, contra o Guarani, de Campinas, em Curitiba.